segunda-feira, 30 de agosto de 2010

o caminho acompanha os pés que se perderam
sem encontrar o fim da rua
na linha de chegada dos corpos cansados
das almas lavadas

quando morrem o caminho não acaba,
só sepulta sob o asfalto
porque morrer não é o fim
é só o fim de deixar coisas para trás.

Um comentário:

naomefazpensar disse...

O caminho acompanhar o pés perdidos é simplesmente genial!