quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Impassíveis perscrutam um o rosto do outro

Inconcretude da possibilidade
Concretude da impossibilidade
Impossibilidade dá concretude
Concretude é impossibilidade

2 comentários:

* L. disse...

Hmmmmm. Gostei. Condensado e forte. Lembrou-me do dualismo de que falo em Platonismo, possibilidades/imaginações X concretudes/certezas. Seu titulo me intrigou though.

PS: Pretty serious my statement here, hun? Like it better?

Hugo Crema disse...

Liberdade aos comentadores.
O título faz referência a duas pessoas, uma sou eu; quem será a outra, aquela que sempre aparece em poemas?