terça-feira, 18 de maio de 2010

veracruz
o realismo convicente de uma ilha
visceral virgem

índio,
encoste o ouvido no meu peito índio
e pelos meus tremores de terra
decifre o que tenho a dizer

Um comentário:

Eloisa disse...

Encontrei tanto a palavra índio hoje que até achei engraçado encontra-la por aqui também.