domingo, 3 de janeiro de 2010

Açúcar-orgânico-cristal

A minha escrita se derrete
em lágrimas
estátua de açúcar ao
sol do meio-dia de minha tristeza
cristal fundido
orgânico
que choro pela ponta dos dedos
tudo
o que escrevi
o que senti
o que pensei
o que menti
já repeti que são gotas
no oceano de você aqui.

Um comentário:

* L. disse...

Ainda bem que não tirou a rima final, not tacky at all.
#rhymingcomment